top of page

A história dos carros elétricos

Embora os veículos elétricos sejam considerados nova tecnologia, a sua história recua até 1828, com um futuro muito promissor, inclusive mais cobiçados do que os carros com motor a combustão da época.


Assim como muitas invenções ao longo da história, o primeiro carro elétrico não tem um criador muito claro, contudo algumas pessoas ganharam um lugar de destaque na história.

A figura mais notável é o inventor e engenheiro Húngaro Ányos István Jedlik quem criou o coração de todas as máquinas elétricas, o primeiro motor elétrico do mundo em 1827 e posteriormente desenvolveu um modelo de um pequeno carro movido a partir da nova invenção.


Muitos modelos foram desenvolvidos posteriormente, porém a limitação da bateria (que não era recarregável) tornava os carros elétricos desenvolvidos impraticáveis. Essa limitação foi contornada em 1881 por inventores franceses (Gaston Planté e Camille Faure), o que permitiu em 1881 que Gustave Trouvé apresentasse ao mundo, na Exposição Internacional de Eletricidade de Paris, o primeiro carro elétrico em escala utilizável, um triciclo impulsionado por um motor elétrico.




Alguns anos mais tarde, em 1888, foi apresentada ao mundo a carruagem elétrica Flocken Elektrowagen, desenvolvida pelo empreendedor alemão Andreas Flocken, considerada por muitos como sendo verdadeiramente o primeiro carro elétrico.





O desinteresse pelos veículos elétricos só ocorreria em 1912, quando o maior problema dos carros com motores de combustão interna (ICE) foi resolvido, a ativação do motor. Antes de 1912 era necessário utilizar uma manivela para girar o motor à combustão, um processo não muito agradável para os motoristas, porém após essa data foi introduzido um motor de arranque, uma solução que colocou os veículos com ICE em foco.

Pouco tempo depois foram encontradas grandes reservas de petróleo, o que barateou o combustível e colocou os carros elétricos na sombra por muitos anos.



Fonte: UVE / LugEnergy.

8 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page