top of page

Recorde de utilização da rede Mobi.E com 447 mil carregamentos em março

No primeiro trimestre realizaram-se, no total, cerca de 1,2 milhões de carregamentos na rede Mobi.E, o que representa um aumento de 66% face ao primeiro trimestre do ano passado. Foram consumidos cerca de 25 milhões kWh de energia, mais 88% do que no mesmo período de 2023.


No mês de março, foram registados cerca de 447 mil carregamentos, o que representa uma subida de  68% face ao mesmo mês de 2023. Ao nível dos consumos de energia, estes foram superiores a 9 milhões kWh, um aumento de 90% em comparação com o período homólogo. 


O contínuo crescimento da rede é um dos principais fatores que contribui para estes números, uma vez que tem acompanhado o incremento do parque de viaturas elétricas. Em março, integravam a rede Mobi.E cerca de 4.630 postos, o que equivale a cerca de 8.200 pontos de carregamento de acesso público.


Outro dado relevante é a potência da rede, atualmente superior a 254.667 kW, 8% acima do objetivo proposto no regulamento europeu “Alternative Fuel Infrastructure” Regulation” (AFIR). No final de março, 1.695 postos de carregamento eram rápidos ou ultrarrápidos, o que representa 36% do total da rede. 


Ao longo do primeiro trimestre do ano, cerca de 114.000 utilizadores distintos carregaram os seus veículos na rede Mobi.E, o que representa um crescimento de cerca de 70% face ao período homólogo. Em média, neste primeiro trimestre, cada utilizador efetuou 11 carregamentos na rede Mobi.E.


Quanto ao impacto da rede Mobi.E no ambiente, de janeiro a março foram poupadas quase 20 mil toneladas de CO2. Seriam necessárias mais de 321 mil árvores com 10 anos, em ambiente urbano, para reter o mesmo dióxido de carbono.

Existem atualmente 71 tomadas, em média, por cada 100 quilómetros de rodovia. Por cada 100 mil habitantes, são disponibilizadas 96 tomadas, em média. Fonte: MOBI.E


78 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page