top of page

Nova marca de elétricos a caminho da Europa

Pela mão da Stellantis, a marca chinesa de veículos elétricos Leapmotor vai internacionalizar-se. Europa é um dos mercados alvo.



Há uma nova marca chinesa de automóveis 100% elétricos na rota da Europa: trata-se da Leapmotor, emblema nascido em dezembro de 2015 e que irá chegar ao Velho Continente através do grupo automóvel Stellantis.


Em rigor, o emblema a ser introduzido poderá ser outro diferente da Leapmotor, mas será este fabricante que estará por detrás desse lançamento.

Num comunicado, a Stellantis, que detém a Peugeot, Citroën, Opel, Fiat, Jeep, entre outros construtores, anunciou a criação de uma nova marca em conjunto com a Leapmotor. Esta nova marca será responsável por comercializar os veículos elétricos da empresa chinesa fora da China. E a Europa será um dos mercados escolhidos.


Neste contexto, a Stellantis planeia investir 1,5 mil milhões de euros para adquirir aproximadamente 20% da marca chinesa de veículos elétricos Leapmotor e irá assumir dois assentos no Conselho de Administração da empresa chinesa, que está listada na bolsa de Hong Kong, e nomearaá o diretor executivo da nova “joint venture” liderada pela Stellantis em 51%/49%, a Leapmotor Internacional.


“A parceria visa impulsionar ainda mais as vendas da Leapmotor na China, o maior mercado do mundo, ao mesmo tempo que aproveita a presença comercial global da Stellantis para acelerar significativamente as vendas da marca Leapmotor em outras regiões, começando pela Europa”, refere em comunicado a Stellantis.


A JOINT VENTURE PRETENDE INICIAR AS SUAS ENTREGAS NO SEGUNDO SEMESTRE DE 2024.

As duas empresas consideram que a oferta de produtos EV da Leapmotor é complementar à tecnologia atual e ao portfólio de marcas da Stellantis, e trarão soluções de mobilidade mais acessíveis aos clientes globais. A Stellantis terá duas cadeiras no Conselho Administrativo da Leapmotor e nomeará o CEO da joint venture.


Nos próximos três anos, espera-se que o plano de produtos da Leapmotor cubra toda a gama de segmentos A-E, com base numa arquitetura técnica com três plataformas altamente escaláveis com motores BEV e Extensor de Autonomia EV. Fonte: Weletric.

16 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page